Médico do Trabalho - Examinador - Itaquaquecetuba

São Paulo - SP. Parcial tardes. Especialista. Efetivo – CLT.
R$ 7.000 a R$ 8.000 (Bruto Mensal)
1 Vagas

Prestar serviços técnicos da Medicina do Trabalho em acordo com as normas regulamentadoras e código de ética profissional;
Realizar exames admissionais, demissionais, periódicos e de mudanças de função, visando avaliar as condições de saúde dos colaboradores;
Realizar consultas clínicas e analisar atestados médicos encaminhados à Medicina do Trabalho;
Acompanhar casos de acidente de trabalho encaminhando o colaborador para o acompanhamento necessário;
Analisar exames de laboratório e solicitar a convocação de colaboradores quando necessário;
Reportar-se ao coordenador da área e comunicar ocorrências no processo de trabalho;
Atender as orientações do coordenador da área para alinhamento das rotinas de serviço;
Colaborar dentro da sua competência com o desenvolvimento do programa do serviço;
Participar de programas preventivos como Sipat, DM, Ha, Combate ao Fumo, etc.


Requisitos
Estudos
Ensino Superior
Competências
Biossegurança
Trabalho em equipe multidisciplinar
Avaliação
Autonomia Técnica
Estabelecimento de Prioridades
Políticas de Saúde
Legislação e Ética Profissional

Benefícios
vale alimentação
Auxílio creche
Seguro de Vida

Sobre Casa de Saúde Santa Marcelina

A Casa de Saúde Santa Marcelina é uma instituição filantrópica e privada, com atendimento destinado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Na zona Leste da cidade de São Paulo, é considerada uma referência de qualidade na prestação de serviços de saúde e uma das mais importantes unidades de saúde do Estado.

Fundado em 1961, pela inspiração da Superiora Irmã Sophia Marchetti, religiosa da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina e primeira administradora do hospital, com a missão de sanar as necessidades em saúde da população da região, estimada em 60 mil habitantes, e que na época já sofria com problemas de infraestrutura. Com a inauguração do hospital, o bairro de Itaquera se desenvolveu e hoje estima-se, mais de 4 milhões de habitantes na Zona Leste.

Ao longo desses anos, o hospital buscou aperfeiçoar-se a cada dia, ampliando suas estruturas, investindo em modernização, capacitação de seus colaboradores e aquisição de novos equipamentos . Além, da busca em parcerias governamentais e não governamentais para atender as necessidades de saúde da população com um alto nível de prestação de serviço e qualidade.

Compõe a Rede de Saúde Santa Marcelina: O Hospital Santa Marcelina do Cidade Tiradentes, Hospital Santa Marcelina de Itaim Paulista, Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, Hospital Neomater (São Bernardo do Campo) e Atenção Primaria à Saúde (APS) Santa Marcelina.